Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Embraer suspende o fornecimento de peças para companhias aéreas da Rússia

Em anúncio nesta quarta-feira (02), a indústria brasileira Embraer diante das sanções impostas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e fornecimento de peças para companhias aéreas do país. Nesta semana, as duas maiores fabricantes de aeronaves do mundo, a Airbus e a Boeing, também suspenderam a manutenção e venda de peças para os russos.

Em anúncio nesta quarta-feira (02), a indústria brasileira Embraer diante das sanções impostas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e fornecimento de peças para companhias aéreas do país. Nesta semana, as duas maiores fabricantes de aeronaves do mundo, a Airbus e a Boeing, também suspenderam a manutenção e venda de peças para os russos.
(Imagem: Embraer)

A segunda maior operadora russa, a S7, conta com uma frota de 17 Embraer E170, com capacidade para 78 passageiros. No entanto, 15 estão voando atualmente e dois estão passando por manutenção. As aeronaves brasileiras representam 16% da frota da S7 que conta com um total de 105 aeronaves em sua frota. Além das aeronaves E170 da Embraer, a companhia aérea russa opera com modelos das fabricantes Airbus e Boeing.

Em anúncio nesta quarta-feira (02), a indústria brasileira Embraer diante das sanções impostas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e fornecimento de peças para companhias aéreas do país. Nesta semana, as duas maiores fabricantes de aeronaves do mundo, a Airbus e a Boeing, também suspenderam a manutenção e venda de peças para os russos.
(Imagem: Anna Zvereva)

Segundo a Embraer, estão suspensos “serviços de peças, manutenção e suporte técnico para as empresas afetadas pelas sanções”. A empresa brasileira informou por meio de sua assessoria ” A Embraer está monitorando de perto a evolução da ação e vem cumprindo, e continuará cumprindo, as sanções internacionais impostas à Rússia e a certas regiões da Ucrânia”.

Em anúncio nesta quarta-feira (02), a indústria brasileira Embraer diante das sanções impostas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e fornecimento de peças para companhias aéreas do país. Nesta semana, as duas maiores fabricantes de aeronaves do mundo, a Airbus e a Boeing, também suspenderam a manutenção e venda de peças para os russos.
(Imagem: Anna Zvereva)

Além da S7, as duas maiores empresas, a Aeroflot, a maior companhia aérea da Rússia, conta com 94% da sua frota composta por aeronaves da Airbus e Boeing. Já a terceira maior empresa do país, a Pobeda, conta com 100% da sua frota como aeronaves da americana Boeing.
Fonte: CNN Business

Dê sua opinião! sobre a decisão da Embraer em suspender o fornecimento de peças para companhias aéreas da Rússia.

Gostou desse texto? Então leia mais notícias do nosso site:

Centenas de aeronaves alugadas e companhias aéreas russas poderão voltar aos seus lessores

Imagens mostram supostamente destruído o AN-225 Mriya

Agora, confira o vídeo do canal com Lito Sousa:

YouTube player

Sempre que quiser, veja mais vídeos no nosso canal no youtube!

Canal do Aviões e Músicas

Você leu toda a matéria? Então não deixe de acompanhar também nossas redes sociais!

+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.