Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Tripulantes de cabine da Virgin Australia sofrem com falta de oxigênio durante voo

O Departamento de Transportes Australiano (Australian Safety Transport Bureau-ATSB), iniciou uma investigação para apurar o caso de incapacitação da tripulação de cabine da companhia aérea Virgin Australia durante um voo regional entre as cidades de Newman e Perth na Austrália. (Imagem créditos Virgin Australia)

De acordo com a autoridade de segurança de transporte australiana, em 27 de dezembro de 2021, a aeronave da fabricação holandesa o Fokker-100, registrado como VH-FNU que estava cumprindo voo regular de passageiros VA-1896 que decolou do Aeroporto Newman (ZNE) para o Aeroporto de Perth (PER) com sete passageiros e cinco tripulantes a bordo. 

Enquanto a aeronave voava a um nível de 34.000 pés de altitude (10363,2 metros ao nível do mar), um dos membros da tripulação relatou não se sentir bem com suor frio, dedos e boca arroxeados e foi socorrido recebendo oxigênio por um cilindro portátil a bordo. 

Durante este período, o jato Fokker-100 subiu para 35.000 pés de altitude ( equivalente a 10668 metros ao nível do mar).Poucos minutos após a subida, outros dois tripulantes de cabine também começaram a se sentir mal, com os mesmos sintomas do primeiro tripulante. 

O caso foi levado até o comandante do voo que suspeitou que poderia ser hipóxia ( uma situação que ocorre quando a quantidade de oxigênio transportada para os tecidos do corpo é insuficiente,causando sintomas como dores de cabeça, sonolência, suor frio e boca arroxeados e até desmaios). Em grandes altitudes, a pressão parcial de oxigênio é menor e isso causa a hipóxia, eventualmente, pode resultar até em morte.

Como medida de precaução, os pilotos colocaram suas máscaras de oxigênio, posicionaram manualmente as máscaras de oxigênio dos passageiros na cabine e imediatamente desceram a aeronave para 10.000 pés de altitude (3048 metros ao nível do mar). Essa é a altitude em que nenhuma pressurização de cabine é necessária.

Após o pouso em Perth, um dos membros da tripulação foi socorrido e levado ao hospital para avaliação médica.

“A investigação está em andamento.Se um problema crítico de segurança for identificado durante o curso de investigação, o ATSB notificará imediatamente as partes relevantes, para que as medidas de segurança apropriadas possam ser tomadas”, declarou o ATSB.

Autoridades australiana espera concluir a investigação e fornecer o relatório detalhado no terceiro trimestre deste ano. 

Veja as considerações do Lito neste vídeo do canal:

YouTube player

+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.