Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Mais três modelos de altímetro foram liberados para uso em áreas 5G nos Estados Unidos

Em um novo sistema de segurança anunciado pela FAA, à implantação do 5G expandiu ainda mais o número de aeroportos disponíveis para aviões com altímetros previamente liberados para realizar pousos de baixa visibilidade. (Imagem: Luís A. Neves)

A FAA ( Federal Aviation Administration), a ANAC dos americanos, aprovou na quarta-feira (19) outros três modelos de altímetros para uso em aeroportos perto de torres de celular onde as empresas de telecomunicações americanas AT & T e Verizon planejam ativar a banda C 5G. 

As novas aprovações permitem que 62% da frota comercial dos Estados Unidos realizem pousos de baixa visibilidade nesses aeroportos. Na última segunda-feira (17), a agência havia liberado cerca de 45% da frota para realizar pousos de baixa visibilidade em muitos dos aeroportos depois de aprovar dois modelos de altímetros instalados em uma “grande variedade” de aviões da Boeing e Airbus. 

Em um novo sistema de segurança anunciado pela FAA, à implantação do 5G expandiu ainda mais o número de aeroportos disponíveis para aviões com altímetros previamente liberados para realizar pousos de baixa visibilidade. Os modelos de aeronaves que foram liberados com um dos cinco altímetros incluem alguns modelos Boeing 717, 737, 747, 757, 767, 777 e MD-10/-11 e Airbus A300, A310, A319, A320, A330, A340, A350 e A380.

O Boeing 787 Dreamliner continua sendo um modelo visivelmente ausente da lista. A FAA emitiu um conjunto de instruções de aeronavegabilidade (AD) para as três variantes do 787 depois de determinar que, durante os pousos, certos sistemas das aeronaves podem não fazer a transição adequada do modo AIR to GROUND ao pousar em determinadas pistas. Como resultado, os pilotos podem experimentar um desempenho de desaceleração degradado e uma distância de pouso mais longa do que o normal, devido ao retardo na abertura do reversor de empuxo, na atuação do freio automático das rodas e em uma demora para os motores entrarem em marcha lenta.

Fonte: AINonline

+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.