Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Faltam poucas horas para voar sem gravidade

Cheguei hoje em New York para fazer um voo interessante amanhã: O Zero-G flight.

A vinda do Brasil foi via Washington e de lá para cá vim de CRJ-200 (este da foto abaixo)

CRJ-200 United Express

A chegada em La Guardia foi a Visual Express para a pista 31, uma das aproximações mais bonitas de se fazer por aqui. A aeronave vem em baixa altitude paralela ao Rio Hudson, têm-se uma bela visão da Estátua da Liberdade, e segue nesta proa até avistar duas torres brancas altas (no través da 31 de JFK), quando muda a proa para seguir sobre a Long Island Expressway. Neste momento, quem está sentado na janela do lado esquerdo (meu caso), já avista o aeroporto de La Guardia e praticamente o mantém no visual até girar a base para final. Fiz uma sobreposição no photoshop da carta Jeppesen com a vista de satélite do Google Earth para dar uma idéia de como essa aproximação é bonita, voando a baixinho a 2500 pés.

Clique para ampliar

Após o pouso, quando taxiávamos para o gate, registrei o pouso do E-190 na Air Canada, uma bela aeronave:

Air Canada E-Jet pousando La Guardia

E mais a frente peguei quase de surpresa o objetivo da viagem estacionado ao fundo da imagem: O 727 da Zero-G

727 ao fundo

A ansiedade está grande para saber como é que a gente se sente quando anula a gravidade da Terra e “flutua”. Já preparei a Go-Pro que vai presa ao corpo o tempo todo, e a alimentação de hoje foi balanceada para evitar os esperados enjoos. Vai ser uma experiência e tanto.

Na volta, o raro exemplar de Electra em DieCast volta na bagagem. Até!

Electra PP-VJM
+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.