Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Bug quase deixa 12 mil voos sem pilotos nos EUA

voos sem piloto
Erro no sistema de escalas da American Airlines quase deixou 12 mil voos sem piloto na alta temporada. (Foto: Colin Brown/Flickr)

No último sábado (2), um erro no sistema de escalas da American Airlines quase deixou 12 mil voos sem pilotos no mês de julho. O erro permitia que os pilotos recusassem as escalas de todo o mês. O problema é que o bug aconteceu no momento em que a companhia e pilotos discutem mudanças nos contratos de trabalho. De acordo com um comunicado, a American percebeu e corrigiu o erro a tempo de evitar problemas maiores.

A American Airlines e a Associação de Pilotos Aliados (APA) estão negociando um novo contrato para os pilotos da companhia. De acordo com o site Simple Flying, as negociações estão travadas e a APA chegou a processar a American por trocar os simuladores de voo dos pilotos. Nessa situação, surge um bug no sistema de escalas no qual pilotos poderiam recusar a escala do mês. Dessa forma, eles poderiam aumentar a pressão para a companhia considerar suas demandas. A American chegou a oferecer um aumento de salário de 45 mil a 64 mil dólares anuais, dependendo do tamanho do avião que os pilotos voassem.

No entanto, a APA está insatisfeita com as regras nas mudanças de escala de pilotos. De acordo com a APA, as mudanças constantes nas escalas não permite que os tripulantes programem o seu tempo livre. Além disso, o reagendamento constante da escala está aumentando consideravelmente os casos de fadiga entre pilotos.

Sistema permitindo a recusa de escalas

Assim como acontece em companhias aéreas brasileiras, os pilotos da American podem trocar chaves de voo, caso isso não afete a escala. Porém, ao contrário do que acontecia por aqui, na American isso é feito online, na plataforma onde os tripulantes checam a escala. Ainda existe uma liberdade para recusarem chaves de voo. Porém, o erro dessa semana permitiu que milhares de tripulantes recusassem a escala do mês de julho inteiro.

A situação se agrava quando lembramos que julho é o início das férias de verão nos Estados Unidos. Essa é a época do ano na qual os americanos mais viajam. O erro no sistema permitiu que até 12 mil voos ficassem sem pilotos na alta temporada.

+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.