Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O maior perigo de uma viagem aérea é o trajeto até o aeroporto

Texto “A parte mais perigosa de um voo, é o trajeto até o aeroporto foi publicado originalmente em 8 de janeiro de 2013. Essa versão foi escrita originalmente por Lito Sousa e editada/complementada por Lucas Conrado.

trajeto até o aeroporto
As pessoas têm medo de estar lá em cima. Mas o maior perigo está aqui embaixo (foto: Lucas Conrado)

Eu sei que o medo de voar é irracional, não importa o quanto as estatísticas mostrem o quanto é seguro voar de avião, ainda assim pessoas sentem medo. Mas precisa ficar claro que a parte mais perigosa de uma viagem aérea é o trajeto até o aeroporto.

O leitor Felipe C nos enviou a seguinte notícia do G1: van capota com piloto e comissários e voo é cancelado no Recife

No dia 7 de janeiro de 2013, a Trip cancelou um voo no Recife por causa de um acidente com a Van que levava a tripulação. Felizmente ninguém ficou ferido gravemente, mas só corrobora o título do post. A chance de você sofrer um acidente automotivo enquanto se dirige ao aeroporto é milhares de vezes maior do que sofrer um acidente com a aeronave. Nesse post, o comandante Beto Carvalho falou sobre dirigir e até pedalar até o aeroporto.

Vamos lá, às estatísticas

De acordo com a Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA), houve 25,7 milhões de voos comerciais em 2021. Destes, apenas sete sofreram acidentes fatais. No total, morreram 121 pessoas em acidentes aéreos no ano passado. É claro que a aviação sempre busca ter zero acidentes, entretanto, perceba: quase 26 milhões de voos. Apenas sete fatais. E nenhum deles aconteceu com companhias associadas da IATA, que exige graus elevados de segurança operacional.

Para cada voo com acidente fatal, aconteceram 990 mil voos sem esse tipo de ocorrência. Você tem ideia do que sejam 990 mil voos? É muita coisa. Só para vocês terem uma ideia, a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear) disse que, em 2021, ocorreram no Brasil uma média de 163 voos por dia. Uma continha boba e rápida, 163 voos x 365 dias por ano = 52 mil voos no Brasil em 2021. Nenhum acidente aéreo. Ninguém morreu a bordo de aviões.

E um detalhe que muitas pessoas esquecem: A gente está falando de quantos aviões caíram e causaram vítimas fatais. Ainda tem que considerar a chance de você estar voando no avião que vai sofrer o acidente De acordo com estatísticos, a chance de você estar em um avião que vai cair é a mesma de você ganhar no cara ou coroa 26 vezes seguidas. Se você jogar cara ou coroa 26 vezes uma vez por dia, até você acertar todas as vezes vai levar uns 800 anos.

Em 2021, foram 25,7 milhões de voos de acordo com a IATA. Nenhuma companhia membro da associação teve um acidente fatal neste período (foto: Maurice Becker)

E os carros?

Dados do Ministério da Infraestrutura mostram que só em 2021, 11.647 pessoas morreram em acidentes de trânsito no país. Isso dá uma média de 32 pessoas morrendo por dia em nossas ruas e estradas. Enquanto a IATA registrou 26 acidentes aéreos (contando os que não resultaram em mortes) em 2021, a Secretaria Nacional de Trânsito registrou 632.764 acidentes de trânsito no mesmo período. Na média, foram 72 acidentes de trânsito por hora no Brasil!

É claro que a quantidade de carros rodando pelas ruas do Brasil é muito maior do que de aviões voando no mundo inteiro. E a chance de seu carro se envolver em um acidente, é pequena. No entanto, a aviação conta com uma série de dispositivos e procedimentos de segurança que os carros não têm. Isso sem contar com a maior fiscalização que acontece nos aviões e companhias aéreas. Antes de todo voo, pilotos e mecânicos fazem checks nos aviões. Quando foi a última vez que você fez um check nas luzes do seu carro? Quantas vezes você já ouviu um motorista falar que o pneu está careca? Algo parecido nunca aconteceria com um avião.

Apesar da chance de ser o seu carro envolvido em um acidente, ainda é mais fácil sofrer um acidente no trajeto até o aeroporto por toda circunstância do que um acidente aéreo.

Apesar de ser complicado comprar acidentes de trânsito com aéreos, a quantidade de carros nas ruas, a distância entre eles e até o estado de conservação de muitos carros e vias trazem um perigo que não existe na aviação (foto: Lucas Conrado)

Por que acidente aéreo tem mais visibilidade?

No jornalismo, existe uma frase bem conhecida: “Um cachorro morder um homem não é notícia. Notícia é um homem mordendo um cachorro“. Ironicamente, o desastre aéreo chama tanta atenção justamente por ser algo raro. Infelizmente, de acordo com os dados do Ministério da Infraestrutura, acidentes de trânsito são rotina no Brasil. A não ser que seja um acidente muito extraordinário, nem merecem destaque na imprensa.

Presta atenção no que falei no parágrafo anterior. “A não ser que seja um acidente muito extraordinário”. Extraordinário significa para além do ordinário, do comum. Portanto, é algo que está fora da normalidade. Dessa forma, o normal é o avião decolar, voar e pousar. Foram 25,7 milhões de vezes que aviões decolaram e pousaram só em 2021, portanto, não viraram notícia.

Então, quando for voar novamente, lembre-se disso. Agradeça pelo trajeto até o aeroporto ter ocorrido sem incidentes e voe tranquilamente. Você estará numa companhia aérea que segue todos os procedimentos de segurança que a ANAC, IATA e ICAO estabelecem. Você vai chegar bem em seu destino.

Ainda está com medo de voar? Olha a oportunidade!

Nos dias 31 de maio, 1º e 2 de junho vai rolar um intensivão ao vivo do curso Medo de Voar! Em cada dia, as aulas vão abordar um tema que assusta passageiros do mundo inteiro, com o Lito explicando por que está tudo normal ali. No dia 31 de maio, vai ser um aulão de pousos e decolagens. Então, no dia 1º de junho, o aulão vai ser sobre ruídos do avião. Além disso, no dia 2 de junho, o tema vai ser a turbulência.

Quer entender por que o trajeto até o aeroporto é a parte mais perigosa da viagem? Então clique aqui e se inscreva no intensivão! Você não vai se arrepender!

Enfim, quer saber mais dicas, estatísticas e novidades da aviação? Então nos siga no TwitterInstagramFacebook e Tiktok

+ do Blog Aviões e Músicas
logo aem site rodape 2

Um portal feito para leigos, entusiastas, curiosos, geeks, amantes de aviões, aeroportos e viagens.