Categorias:

Como são feitos os TESTES em AVIÕES?

Vocês já devem ter perdido as contas de quantas vezes eu falei aqui no canal sobre o nível elevadíssimo de segurança da aviação comercial e principalmente das aeronaves comerciais modernas.

Essa segurança, além da redundância, que é a duplicação ou triplicação dos sistemas importantes para o voo, vem principalmente da confiabilidade de tudo que vai instalado em uma aeronave. E para garantir essa confiabilidade não tem segredo: uma fabricação totalmente controlada e testes Muitos testes.

Se eu fosse contar para vocês todos os testes que são feitos, desde o projeto, até o voo da aeronave em uma companhia aérea, o episódio ficaria mais longo que uma maratona das 32 temporadas dos Simpsons, mas vamos conhecer alguns deles.

Os testes em alguns componentes começam antes da ideia de se iniciar o projeto do avião.

Mas como assim? Vamos pegar como exemplo aquela luz vermelha que vai na ponta da asa esquerda dos aviões. Obviamente o projetista não vai pedir para fabricar uma lâmpada exclusiva para o seu avião, pois fica caro, e vai utilizar uma já existente.
Essa lâmpada tem de estar funcionando em um temperatura próxima de 60 graus Celsius (imagine o avião estacionado no sol em Dubai) e depois de alguns minutos ela estará a menos 56 graus Celsius em voo de cruzeiro ou pernoitar em um aeroporto com neve. E o fabricante tem de garantir que ela funcionará por um número considerável de horas e que não causará danos ao avião em caso de algum defeito, E como ele garante isso? Através de testes.